Araruama é um município do estado do Rio de Janeiro, pertencente à Região dos Lagos, localizado às margens da lagoa de mesmo nome.

Muitas pessoas possuem casa lá por ser um lugar próximo ao Rio de Janeiro, muito aprazível onde passam férias e fim-de-semana. Lá em 1981, tínhamos uma casa num condomínio à beira da lagoa num local denominado “ponte dos leites”.

Lugar muito bonito onde meus filhos (Ney e Cláudia) – adolescentes na época – junto com filhos de outros condôminos reuniam-se à noite para contar “histórias de fantasmas”. Adolescentes inventam histórias de fantasmas e gostam de contá-las.

Numa noite, eu e minha mulher (Lúcia) estamos sentados à varanda de nossa casa onde vimos os adolescentes conversando e muitas vezes rindo em torno da fogueira que acenderam. Certamente, contando suas histórias. Então surgiu a ideia de fazer uma brincadeira com eles: pedi a Lucia que conseguisse um lençol branco de casal, pois ia me enrolar nele e pregar uma peça na garotada.

A noite era agradável, corria uma brisa suave e fresca e era lua cheia. De posse do lençol branco contornei o condomínio pelo lado escuro da lagoa para que a garotada não me visse e, esgueirando-me pelo meio dos arbustos da vegetação nativa cheguei perto de onde ela estava. Enrolei-me no lençol e chegando mais bem perto abri os braços e gritei:
- Aqui, eu sou o fantasma!

Olha , foi uma gritaria geral. Adolescente correndo e se jogando na lagoa. Foi um susto só. Depois todos correram em minha direção rindo, abraçando-me, dizendo que gostaram muito da brincadeira.

Essa é a minha história alegre e divertida que guardo com muita saudade em minha memória.

-
Escrito por Ney Galdino dos Santos