Quando eu trabalhava na Telesp, a minha equipe de instalação era responsável pelo autódromo de Interlagos e, quando havia corrida de Fórmula 1, mantínhamos plantão no local, pois havia transmissão para o mundo todo. Toda emissora solicitava à Telesp uma ou mais linhas de transmissão, direcionadas via Embratel para o exterior. Além disso, estavam sempre estipulados na ordem o destino, a emissora e o horário de transmissão, o que monitorávamos rigorosamente.

Acontece que, em uma corrida, determinada ordem de uma emissora de Portugal (não vou citar o nome por uma questão de ética) tinha horário de início de transmissão após a realização da corrida. Logo pensamos em erro de emissão da ordem, mas os representantes da emissora insistiram que nada estava incorreto, pois se tratava do horário de Portugal. Conforme a vontade deles, a transmissão foi feita após o encerramento da corrida.

-
Escrito por Luiz Paulo Stevanin