Em uma cidade do interior de Minas, um fazendeiro, já beirando 100 anos de idade, estava nos últimos momentos de vida. Chamaram o médico, que avisou que nada mais poderia ser feito.

A família se reuniu na fazenda aguardando o momento final.
Deitado, o fazendeiro já quase nem respirava quando a porta de seu quarto se abriu. Por ela, entrou um netinho, alheio ao que estava ocorrendo e procurando por um brinquedo perdido. Neste momento, entrou pelo quarto um aroma agradável, vindo da cozinha, de alguma fritura.

O fazendeiro sentiu o cheiro e disse ao netinho:
- Oh! netinho, peça à sua avó para mandar uns salgadinhos para nós, pois o cheirinho está muito bom...

O netinho sai em disparada e logo retorna dizendo:
- Vovô, a vovó disse que o salgado é para o velório.

--
Escrito por: Humberto Assunção