Estávamos, um colega e eu, realizando serviços externos na divisa dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. De repente fomos interceptados por um grupo de combate do Exército, que estava realizando uma patrulha naquele local.

O oficial que comandava o destacamento indagou sobre quem éramos e o que estávamos fazendo.
Repentinamente, me veio à cabeça e respondi:
- Senhor, somos da Gestapo e estamos aqui a serviço dela.

Enquanto isso, o meu companheiro de trabalho possuído por um terrível e infundado medo chegou a urinar nas calças.

O capitão, muito espirituoso, percebeu a situação e disse:
- Por favor, leve seu companheiro à barraca de campanha para que ele se troque e se refaça do susto. Depois, continuem o trabalho.

--
Escrito por: Disnei Francisco Jorge