Uma historinha com fantoches que fala sobre a tristeza que algumas crianças sentem: a falta dos pais, a cor da pele, o cabelo que é diferente, não ser convidado para uma festinha de aniversário. Eu vou criando a historinha no momento, olhando para as crianças e pesquisando algumas situações.

A Emília, que é uma boneca grande de pano com quase um metro e meio, fica sentada na cadeira e vai sendo inserida nas historinhas com cada fantoche, perguntado a solução para tristeza deles. Enfim, cada fantoche tem uma tristeza aparente – a falta dos pais, a exclusão dos colegas na escola, entre outras.

No final, a boneca de pano ensina o segredo, que é o abraço, e eu abro os braços e abraço cada criança ou a Emília vai passando de criança em criança mostrando o poder do abraço. Quando termina, tenho a certeza de que eles não se sentiram tão tristes e poderão sentir o poder que tem o abraço.

--
Escrito por Francisco de Santana