Linda menina
Entre becos e vielas
Nascida na favela
Hoje se faz mulher.

De pé no chão,
Vestido remendado,
Conviveu com preconceito
E problema social...

Papai noel
Conhecia só de nome,
A vida inteira,
Uma cena natural.

Olhos cheio de esperanças,
Mulher feita ao mundo se lança.
Dotada com meiguice,
Herança da meninice.

Agora...
Cobiçada por você,
Só pra satisfazer
Seus desejos e prazer.

Em sua cama,
Já ouviu e viu muito bacana,
Lhe oferecendo grana
Lhe falando de amor.

Amor sacana...
Que só aflora nesta hora,
Cheio de franqueza
Depois que vai embora.

Dono da absoluta razão,
Diz sem tropeço nem apreço,
Que tudo
Não passou de curtição.

--
Escrito por Djalma Jaime Portela
Ilustração por Morgan Manginelli