Porto de galinhas, Praia dos Carneiros, Maragogi, Cabo de Santo Agostinho e um Recife inteiro para viver apenas quatro dias ao teu lado. Fomos bem no primeiro dia.

Me disseram que Olinda não valia a pena, mas ao teu lado valeu. Disseram que a praia de Boa Viagem era coberta de tubarões, mas ao teu lado não os vi. Disseram que caldinho e praia não combinavam, mas ao teu lado tínhamos diversos sabores no cardápio.

Estava doce demais, tão doce quanto bolo de rolo e de repente as formigas invadem sem pedir "licença". Tínhamos quatro dias, mas nos perdemos no meio do caminho. Você foi e não disse nada, voou e não fez check-in, foi embora e não recebeu meu abraço de "até logo". Tudo se inverteu e o meu coração não compreendeu.

Antecipei a minha chegada e você antecipou sua saída sem olhar para trás. Eu fiquei a te esperar na avenida de Boa Viagem para, quem sabe, talvez pudesse exclamar uma "boa viagem".

Em minha oração feita ao pé do teu ouvido naquela tarde de quinta feira, agradecia ao nosso bom Deus pelo presente de três letrinhas, mas me enganei ao ler o teu nome. O que Ele queria me dizer era "Não".

--
Escrito por Letícia de Paula