Parecia-me profunda, tranquila e penetrante!
Sua imagem era um ponto de equilíbrio neste vazio de carinho e amor.
Era semelhante a um ponto calmo, um “porto calis”, uma bela luz inebriante.
Infelizmente, essa imagem está desaparecendo, fugindo ao meu controle, esmaecendo e ficando fraca!
Com o desgaste natural da vida, depois de uma paixão arrebatadora, estou só, triste, desalentado.
Essa imagem, sua que eu tinha comigo, deixou-me, feneceu, não vibra mais por mim.
Essa imagem não me vê mais como uma atração natural que a fez brilhar!
Porém, eu sei que sua imagem seguirá bem, forte, tranquila e, em breve, deixarei de ser seu porto seguro, seu forte reduto, seu parque de amor e ilusões; seu zênite, seu ponto fatal!