Logomarca da Sistel
MISTéRIO Icone
  • +
    16.08.2017

    Possessão telefônica

    Nos idos de 1950, as contas da Cia. Telefônica de Minas Gerais eram entregues em mãos, por meio de agentes comerciais, que deixavam sua sede e iam pelo interior afora fazer as cobranças. Durante as jornadas, aproveitavam para colher as reclamações e levá-las de volta à sede. Uma dessas reclamações chamou a atenção do pessoal […]

  • +
    14.08.2017

    Será que foi o destino?

    Costumávamos sair para almoçar fora aos sábados e domingos, pois é dia de descanso da cozinha. Num desses sábados do mês de junho de 2017, saímos como de costume para almoçar. Era por volta do meio-dia quando abri o portão eletrônico, tirei o carro e aguardei minha esposa. Aproveitamos e passamos no mercado após o […]

  • +
    22.07.2016

    Memórias do Rio Paraíba

    O Rio Paraíba tem sua nascente na Serra da Bocaina e, além do estado de São Paulo, percorre Minas Gerais e Rio de Janeiro. Atravessa a região socioeconômica denominada Vale do Paraíba abastecendo várias cidades nesse percurso. Depois de transposto para o rio Guandu abastece a Região Metropolitana da cidade do Rio de Janeiro. O […]

  • +
    26.05.2016

    Uma casa estranha

    Em meados de 1972, eu trabalhava numa empresa de energia elétrica em Belo Horizonte e tinha muitos amigos lá. Um dia pela manhã, Antônio Maria, um desses amigos, disse-me que recebera a notícia de que sua mãe estava muito mal, podendo morrer a qualquer instante. Ela morava em Baependi, distante 380 Km de BH. Antônio […]

  • +
    01.08.2015

    Susto na madrugada

    Por volta de 1974, eu trabalhava na antiga Telepar, na cidade de Loanda (PR), no cargo de telefonista encarregada, onde havia cinco telefonistas, contando comigo. Lá também funcionavam o escritório e o Posto de Serviços (onde as pessoas iam para fazer ligações interurbanas). Eu também substituía as folgas das telefonistas. Nesses dias, eu trabalhava de […]

  • +
    15.05.2015

    Um cachorro adivinhão chamado Trovão

    Sempre que o telefone tocava, o Trovão anunciava. Já era certo e todos sabiam e admiravam o cão que previa o tocar do telefone. Ele rosnava, latia e ficava todo inquieto, amarado em sua corda. Mas este cão adivinho tinha uma segredo que agora vou contar. O fio F.E., ligava o poste à sede da […]

  • +
    03.04.2015

    Um trem na escuridão

    Meu saudoso avô materno, feitor aposentado de escola, da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil – (EFCB), que, ao falecer, em 1961, já contava mais de 35 anos aposentado, certa vez, no seu simplório, mas bucólico, sítio, em Sapucaia de Minas, contou-me, entre outros interessantes casos, compilados, na sua mineirice, este, deveras, inusitado… Era […]

Site desenvolvido por Corisco Design