Logomarca da Sistel
LEIA Icone
  • +
    26.05.2017

    O que nos espera após a morte?

    Ontem, quinta-feira, 15/01/15, veio à minha casa um colega dos tempos de Telemig. Ele tocou a campainha e eu o atendi. Ao se deparar comigo, percebi que ele ficou desnorteado, sem ação e com o semblante tenso, modificado. A transformação foi nítida. Eu o cumprimentei e ele gaguejando falava de assuntos desconexos e sem terminá-los. […]

  • +
    26.05.2017

    Minha rua

    Resolvi homenagear minha rua – justa e merecida. Ela se chama Virgílio de Melo Franco. Uma moradora disse-me uma vez que até a casa dela é considerado bairro centro e o “resto” boa morte. Perguntei-lhe: então deveríamos ter dois CEPs e não apenas um que é 36200-112? Não obtive resposta. Quem foi Virgílio de Melo […]

  • +
    26.05.2017

    Um dia de fúria

    Você já assistiu ao filme Um dia de fúria estrelado por Michael Douglas, Robert Duval e Bárbara Hershey? Ele conta a história do dia de um homem estressado, dominado por problemas, desempregado, que vai ao encontro de sua ex-mulher e de sua filha, sem reconhecer que seu casamento acabara há muito tempo. No caminho, ele […]

  • +
    26.05.2017

    Raquel Sheherazade: vilã ou mocinha?

    Nunca uma opinião doeu e incomodou tanta gente como as ditas pela jornalista Raquel Sheherazade, apresentadora do telejornal SBT Brasil. Ela diz o que pensa à população brasileira, que a aplaude e a idolatra. Os temas abordados são fortes, polêmicos e discutidos. Como jornalista de um telejornal de grande repercussão nacional, ela é uma transformadora […]

  • +
    26.05.2017

    Que tipo de analfabeto nós somos?

    O brasileiro é um ser bem humorado, faz piada de tudo, não leva nada a sério, um masoquista por excelência. Apanha e sorri, parece um João teimoso, paga altíssimos impostos e reelege candidatos mal-intencionados. A mídia televisiva e os comícios exibiram candidatos que são verdadeiros humoristas. Após os debates fica na mente a expressão: me […]

  • +
    26.05.2017

    Meu amigo João Bosco é um palhaço

    Imagine uma pessoa tímida. Imaginou? O João Bosco é muito mais. Ele conversa sem olhar nos olhos das pessoas, fala baixo para não ser notado, usa sempre roupas de cores neutras (preto, branco, cinza), nada de extravagâncias para não atrair atenção, olhar fixo para baixo, fica vermelho quando ouve um palavrão, gagueja muito ao ser […]

  • +
    26.05.2017

    Mais um conto “en passant”?

    Há algum tempo – na década de 1980, quando ainda vivia em Brasília/DF – li um livro escrito por um jornalista americano, do jornal Washington Post se não me engano, intitulado O Poder. Esse livro foi publicado pela Editora Abril, em edição especial. Fiquei impressionado e gostaria de acrescentar ao que li algumas observações/experiências interessantes […]

  • +
    26.05.2017

    Léo e Santana, uma dupla quase perfeita

    Eu tenho um cachorro da raça Yorkshire. Quer dizer: ele é da minha filha, mas, bem ou mal, quem cuida sou eu. Se quem cuida e cria é o pai ou a mãe, deduz-se que ele é meu. Ele tem nove anos e se chama Leonardo Cobucci. O Cobucci dele é com dois cês. Ele […]

  • +
    26.05.2017

    Jorra! E a água jorrou

    Era inadmissível um prédio que abrigava mais de 100 funcionários, uma central telefônica com mais de 3.000 terminais, ar-condicionado, atendimento ao público e não ter água. Nesse imóvel, funcionava as Telecomunicações de Minas Gerais S.A. – Telemig, Empresa do Sistema Telebrás que ficava no centro da cidade de Barbacena, Praça Conde de Prados, nº 125. […]

  • +
    26.05.2017

    Je t`aime moi non plus

    Hoje amanheci com uma música na cabeça que me aprisionou todo o dia. Ela se chama: Je t`aime moi non plus, sucesso de 1969 nas vozes de Serge Gainsbourg e Jane Birkin. São suspiros, gemidos de amor físico intenso e sem controle. Li que quando isso acontece é porque sua mensagem tem algo a ver […]

  • +
    26.05.2017

    Holocausto barbacenense

    As cenas, os locais e os protagonistas do livro Holocausto Brasileiro, escrito pela jornalista Daniela Arbex, confirmaram o que sempre ouvi sobre os hospícios de Barbacena. O farto material e as histórias macabras são dignas de um longa-metragem de horror, barbárie e suspense dirigido por Steven Spielberg. Difícil é saber quantos Oscar, Globos e Palmas […]

  • +
    26.05.2017

    Yes We C.A.M.

    Quarta-feira, 24 de julho de 2013, 21h30. Nesse instante, eu me preparava para assistir ao jogo entre o Clube Atlético Mineiro e Olímpia do Paraguai. Toda Minas Gerais, Paraguai e parte do Brasil pararam para ver esse jogo que apontaria o campeão da Copa Libertadores da América. O repórter falava o nome dos jogadores atleticanos: […]

  • +
    26.05.2017

    Gostoooooooosaaaaaaaa

    A fundação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA tem por finalidade realizar pesquisas e estudos sociais e econômicos. Ela dá apoio técnico e institucional ao governo na avaliação, formulação e acompanhamento de políticas públicas e programas de desenvolvimento. Brasileiros opinaram sobre a violência contra as mulheres. Eis os quesitos: *** Mulheres que usam […]

  • +
    26.05.2017

    Gafe, ato falho, mico, fora, rata, mancada

    Diga-me com sinceridade se você nunca cometeu uma gafe. Minta para mim, mas não minta para você. Nunca perguntou sobre a “marca” daquele cachorro? Nunca pronunciou “beneficiente”? Nunca deu os “parabéns” no lugar de “pêsames”? Ou chamou o “Armando” de “Eduardo”? “Anticoncepcional” em vez de “anticonstitucional”? Nunca perguntou àquela gordinha se estava grávida? Nunca falou […]

  • +
    26.05.2017

    Facebook é sensacional, intrigante, extraordinário, fenomenal, fantástico e perigoso

    “Mara! Não dá tempo da gente se encontrar. Estou indo para Cabo Frio de madrugada festejar o Natal e para os festejos do réveillon e sei que você está viajando. Vou deixar as chaves da minha casa e da garagem naquele vaso de flores que fica na varanda sob algumas folhas. É só apalpar e […]

  • +
    26.05.2017

    Eu gosto de gente simples

    “Eu gosto de gente simples, daquela que não tem vergonha de rir andando sozinha se lembrou de algo engraçado, mesmo que a achem maluca. Eu gosto de gente verdadeira, que não forja sentimentos, que transborda. Que sente ciúmes, que emburra, e que desfaz o bico se recebe um dengo. Eu gosto de gente que ri […]

  • +
    26.05.2017

    Essas empregadas e seus telefones

    Todo aquele que teve uma empregada há, no mínimo, um caso interessante para contar. Pela minha casa passaram várias, mas uma foi especial no que tange ao atendimento telefônico e cantoria. Regina quando canta, só lá pela décima vez é que você consegue descobrir a música. Ela mistura as letras e canta em ritmo de […]

  • +
    26.05.2017

    Incríveis e inacreditáveis histórias do Facebook

    Ao preencher um cheque um homem parou de escrever e pensou: “Como se escreve 60,00 por extenso? Com dois “SS”? Um “S”? Ou seria com “SC”?” Ele então rasgou o cheque e preencheu dois de 30,00. Abrindo o meu Facebook deparei-me com o seguinte depoimento de uma conhecida: “O término do nosso romance é como […]

  • +
    26.05.2017

    Encontros e despedidas

    Manhã de sábado do dia 14 de março de 2015. Rumei para o terminal rodoviário de Barbacena esperar pela minha filha, Marina, que chegaria de Belo Horizonte às 9h30. Como bom mineiro, 9h eu já estava lá. O ônibus chegou às 10h. Não foi uma espera em vão, aproveitei o tempo disponível para analisar comportamentos […]

  • +
    26.05.2017

    Diálogos indiscretos ao celular

    Quem nunca espichou um barbante ou uma linha amarrada a duas latas ou caixas de fósforos para imitar um telefone? Se você disser “não” é porque nasceu com 15 anos ou não teve infância. Os diálogos não eram do tipo: “Mr. Watson, preciso falar contigo!” Fato que aconteceu no dia 10 de março de 1876 […]

Site desenvolvido por Corisco Design